Fabricante de tratores AGCO implanta BI para apoio a decisões estratégicas

Com forte atuação no mercado de equipamentos agrícolas, a AGCO do Brasil, multinacional fabricante de tratores e implementos, e dona de algumas das marcas mais representativas do mundo, como a Massey Ferguson, Valtra, Challenger, GSI e Fendt, passou a utilizar um sistema de business intelligence (BI) para melhor analisar as demandas e, assim, definir estratégias futuras eficientes.

Após muita pesquisa no mercado a empresa optou pela plataforma da Qlik, o QlikView, que foi implantado inicialmente nas áreas de marketing e comercial. “Devido ao sucesso da solução, impulsionamos o uso da plataforma Qlik mundialmente. Os dois primeiros projetos mundiais foram implementados pelo time do Brasil e, em 2016, expandimos para outras áreas de negócio da AGCO globalmente”, explica Felipe Soares, diretor de TI da AGCO América do Sul.

Atualmente, a plataforma de BI é utilizada na companhia tanto no acompanhamento operacional quanto no suporte às decisões estratégicas, nos departamentos comercial e de marketing e na área de pós-venda. “A plataforma possibilita a análise das correlações das mais diversas variáveis do processo de negócio, permitindo-nos compreender melhor os resultados e planejamento de ações futuras”, enfatiza Soares.

Um dos principais benefícios da ferramenta, de acordo com Soares, é em relação à alta performance na manipulação dos dados que ficam armazenados em memória. Além disso, a velocidade de implementação também permite prover soluções para o negócio em um curto espaço de tempo. Segundo ele, o software trouxe rapidez para levantamentos que careciam de agilidade e segurança na consistência dos dados.

A concretização desse case foi intermediada pela iMaps, especializada em projetos de analytics de alta complexidade, com forte atuação no Rio Grande do Sul, e que contou com a parceria da Toccato, distribuidora dos produtos Qlik no Brasil, para conquistar projetos como esse. “A certeza de que nossa solução vale a pena é reforçada com clientes do porte da AGCO, no qual é notável seu ganho operacional e seu aumento da produtividade”, finaliza o CEO da Toccato, Leonardo Farah.

Deixe um comentário